LUMIÈRE ! L’AVENTURE COMMENCE | FRANÇA | 2016 | 90 MIN | DOCUMENTÁRIO

ESTREIA
Guion Center 2 – 13h50 – 17h20
Guion Center 3 – 19h15

De 14/12 (quinta-feira) até 20/12 (quarta-feira)

Direção, Roteiro e Montagem:
THIERRY FRÉMAUX

Produção:
Bertrand Tavernier

Montagem:
THOMAS VALETTE, FABRICE CALZETTONI, MAËLLE ARNAUD, THIERRY FRÉMAUX

Apresentação

Em “Lumière!”, Thierry Frémaux selecionou, organizou e comentou mais de 100 filmes feitos por Louis e Auguste Lumière e pelos operadores do seu cinematógrafo.

Os irmãos Louis e Auguste Lumière podem ter ficado para a história como os inventores do cinema e, ao mesmo tempo, do cinema documental e realista, graças aos seus milhares de filmezinhos com cerca de 50 segundos cada, que registam a realidade, diretamente ou encenada, mas também gostavam de se divertir.

Como se pode constatar em “Lumière!”, uma compilação de 108 filmes (ou “vistas”) feitos por eles e pelos operadores do seu cinematógrafo em França e em várias partes do mundo, entre 1895 e 1905, muitos conhecidos, outros não, restaurados em 4K e selecionados, organizados e comentados por Thierry Frémaux, Delegado-Geral do Festival de Cannes e diretor do INSTITUTO LUMIÈRE de Lyon, que desde 2009 atribui o respectivo prêmio (Wong Kar-wai é o homenageado de 2017).

Um dos filmes é “A CHEGADA DO TREM A ESTAÇÃO DE LA CIOTAT”, filme que o Ponto de Cinema Cinemateca Gaúcha tem em seu acervo, assim como O REGADOR REGADO, ambos realizados em 1895!

A Chegada do Trem..filme mudo de 50 segundos mostra a entrada de um comboio puxado por uma locomotiva a vapor em uma estação de trem na cidade costeira francesa de La Ciotat. Como a maioria dos primeiros filmes de Lumière, L’arrivée d’un train en gare de La Ciotat consiste de uma visão única, editada ilustrando um aspecto da vida cotidiana. Não há nenhum movimento de câmera aparente intencional, e é um filme composto por um disparo contínuo em tempo real.

É um filme francês de 1895, gravado por Louis Lumière e por Auguste Lumière. Foi um dos primeiros filmes a serem apresentados publicamente pelos irmãos Lumière, na cave do Boulevard des Capucines em Paris, em 28 de dezembro do mesmo ano. No dia 6 de janeiro de 1896, foi exibido Salão Indiano (uma saleta nos fundos de um café), naquela que entrou para a história como a primeira exibição pública comercial de um filme. O bilhete custou 1 franco.

A produção é de Frémaux e do cineasta Bertrand Tavernier.

Crítica

“Qualquer um interessado na história do cinema e no poder da imagem, deve assistir Lumière!” – THE HOLLYWOOD REPORTER

“O filme é deslumbrante. Parece para abrir um baú de tesouros, cheio de surpresas divertidas e cativante.” – LE FIGARO

“Um tesouro mundial.” – MARTIN SCORSESE

Sinopse

Em 1895, Louis e Auguste Lumière inventaram a cinematografia e capturaram os primeiros filmes na história das imagens em movimento.

Com a descoberta da mise-en-scène, tracking shots, e inclusive, efeitos especiais, eles inventaram a arte do cinema em si.

Thierry Frémaux, o diretor do Festival de Cannes, reuniu 114 obras dentre os 1.400 filmes dos irmãos Lumière, e restauraram em 4K, montando um filme único que celebra o legado de dois artistas revolucionários.

Trailer